Notícias

Neuroplasticidade e contabilidade: a revolução silenciosa do envelhecimento

Em particular, a memória pode ser fortalecida e aprimorada através de exercícios mentais regulares e da constante alimentação do cérebro com novos conhecimentos e desafios.

A ciência comprova que o cérebro humano possui uma incrível capacidade de adaptabilidade, conhecida como neuroplasticidade, que permite a modificação de suas conexões neurais e a reorganização de suas funções durante toda a vida. Isso tem implicações significativas para os profissionais de contabilidade, pois sugere que, independentemente da idade, eles têm a capacidade de aprender continuamente e aprimorar suas habilidades cognitivas. Em particular, a memória pode ser fortalecida e aprimorada através de exercícios mentais regulares e da constante alimentação do cérebro com novos conhecimentos e desafios.

A educação atua como um catalisador poderoso para o crescimento pessoal e profissional por oferecer ferramentas para a aquisição de novos conhecimentos, habilidades e competências, permitindo aos contadores navegar com sucesso neste cenário dinâmico.

Em um mundo cada vez mais dominado pela tecnologia e sujeito a mudanças constantes, é de suma importância que os contadores se mantenham atualizados.

É essencial repensar o conceito de envelhecimento, bem como os estigmas e preconceitos associados à idade, que podem se tornar um obstáculo ou um fator de estagnação para os profissionais de contabilidade. Ignorar a riqueza do aprendizado acumulado ao longo dos anos seria um equívoco. É importante valorizar e utilizar esse conhecimento acumulado como uma base sólida para a aquisição contínua de novas habilidades e competências. Isso permite que os contadores usem suas experiências para contribuir significativamente para a formação de novos profissionais na área.

No mundo atual, a neuroplasticidade – que destaca a capacidade adaptativa e transformadora do cérebro humano – é um conceito solidamente reconhecido pela ciência. Anteriormente, acreditava-se que o cérebro não sofria alterações significativas na idade adulta. No entanto, pesquisas recentes enfatizam que a formação de novas conexões neurais, a criação de caminhos neurais e a geração de novas células cerebrais são processos que podem ocorrer e ser potencializados, desafiando as concepções anteriores.

Esta perspectiva desafia o paradigma tradicional que associa o envelhecimento ao declínio cognitivo e à perda de habilidades. Em vez disso, propõe-se que a terceira idade pode ser vista como um período repleto de oportunidades para o desenvolvimento contínuo do profissional de contabilidade.

Em um cenário atual marcado por constantes mudanças na legislação, normas fiscais, contábeis e tributárias, é essencial ser proativo. Vincular experiência e conhecimentos prévios a objetivos específicos e motivações individuais, e aplicar estratégias eficazes para acompanhar em tempo real as demandas, levando em consideração os prazos curtos e a complexidade inerente a essas tarefas.

A excelência do serviço prestado requer que o profissional de contabilidade busque o autoconhecimento e desenvolva habilidades intrínsecas à criatividade, curiosidade e à inovação.

Nesse cenário, a neurociência, em conjunto com a psicologia positiva, oferece percepções valiosas sobre como o cérebro do contador aprende e como as emoções influenciam o processo de aprendizado. Ao focar nas forças e virtudes pessoais, fortalece-se a resiliência, promove-se o bem-estar e valoriza-se o potencial do indivíduo.

A incorporação da tecnologia e da inteligência artificial como recursos facilitadores promove uma abordagem dinâmica e interativa, expandindo as possibilidades e enriquecendo o processo educacional do profissional de contabilidade. Cursos online oferecidos em plataformas educacionais digitais são exemplos concretos de como a comunicação, o engajamento e a interação entre aprendizes e ensinantes necessitam do desenvolvimento de empatia e inteligência emocional.

O profissional de contabilidade é um catalisador de transformação, ostenta a habilidade de se reinventar, incorporar inovações ao adaptar-se às mudanças constantes e ser competitivo.

O conhecimento atrelado à disposição para desenvolver habilidades técnicas específicas, ancoradas nos pilares socioemocionais é o diferencial no mercado de trabalho.

Com a expectativa de vida em ascensão constante, é de suma importância que os profissionais de contabilidade permaneçam ativos, engajados e em constante aprendizado. Isso estimula o desenvolvimento de novas habilidades de autorregulação emocional e cognitiva. Ao fomentar o bem-estar e a resiliência, aprimora o desempenho e qualidade serviços prestados.

voltar

Links Úteis

Indicadores diários

Compra Venda
Dólar Americano/Real Brasileiro 4.9684 4.9709
Euro/Real Brasileiro 5.381 5.389
Atualizado em: 28/02/2024 17:01

Indicadores de inflação

11/2023 12/2023 01/2024
IGP-DI 0,50% 0,64% -0,27%
IGP-M 0,59% 0,74% 0,07%
INCC-DI 0,07% 0,31% 0,27%
INPC (IBGE) 0,10% 0,55% 0,57%
IPC (FIPE) 0,43% 0,38% 0,46%
IPC (FGV) 0,27% 0,29% 0,61%
IPCA (IBGE) 0,28% 0,56% 0,42%
IPCA-E (IBGE) 0,33% 0,40% 0,31%
IVAR (FGV) -0,37% -1,16% 4,34%